seo-erros-comuns

SEO: 10 erros mais comuns

Posted on Posted in Criação de sites, SEO
11:45
Modernizza Marketing Digital

Que o SEO é uma das formas mais eficazes para conquistar a visibilidade do seu site junto aos resultados das buscas do Google você já deve saber.

E que o tráfego orgânico é um fator que pode trazer excelentes resultados para o seu negócio ninguém pode negar.

Então, você deve também saber que trabalhar a sua marca com um conteúdo impecável é algo de extrema importância para garantir que sua empresa seja encontrada pelo seu público-alvo na internet.

O que talvez você não saiba é que a maioria das empresas comete alguns erros comuns que podem dificultar esse processo e causar um efeito contrário.

Erro 1- Escolher palavras-chaves erradas

As palavras-chaves são o ponto de partida para uma boa otimização de site, pois são os termos que você deseja que seu site seja classificado pelo Google.

Um dos principais erros é negligenciar o uso de termos de cauda longa e a maneira como as pessoas procuram pelo seu produto.

Muitas vezes os termos que você usa para se referir ao seu negócio pode ser muito diferente da forma como as pessoas buscam pelo assunto.

Além de escolher o termo mais usual pelo seu público-alvo, evite usar termos muito genéricos.

Antes de começar a otimização, faça uma pesquisa detalhada. Algumas ferramentas podem ajudar nesse processo, tais como: MOZ Keyword, SEMRush e o próprio Google Adwords.

Erro 2 – Repetir demais palavras-chaves nos seus textos

Muitos sites no intuito de tentar ranquear melhor uma determinada palavra-chave, as repetem inúmeras vezes no mesmo texto.

Saiba que isso é um grave erro, pois o mecanismo de busca detecta essa prática como SPAM, prejudicando o seu site ao invés de ajudar.

Portanto, evite o uso excessivo das palavras-chaves que deseja dar visibilidade, pois prejudica no posicionamento e também torna o seu texto difícil de ler e pouco natural.

Não é necessário utilizar muitas repetições da mesma palavra-chave, até por que o Google hoje utiliza uma ferramenta chamada LSI, na qual é capaz de reconhecer o tema do seu conteúdo sem a necessidade de ler repetidas vezes a mesma palavra-chave.

Erro 3 – Perder o foco do tema principal

Muitos sites criam conteúdos que tratam de assuntos diferentes das palavras-chaves principais do seu negócio.

O Google tenta posicionar nas primeiras colocações dos resultados das pesquisas os sites mais relevantes para determinado assunto. Por isso, o seu site precisa ser completo e rico em relação ao assunto que deseja se posicionar.

Não adianta rechear seu site de textos pouco relevantes ou que tratam de assuntos distintos do seu negócio.

Os mecanismos de buscas são inteligentes para detectar qualquer manipulação que force o uso de uma palavra-chave em um texto com conteúdo diferente, ou seja, eles rastreiam o conteúdo para identificar a correspondência com a palavra-chave que você está tentando otimizar.

Erro 4 – Falta de ineditismo

O Google e os demais buscadores privilegiam conteúdos inéditos.

Não adianta, portanto, copiar textos de outros sites e publicá-los no seu site ou blog.

Destine um tempo da sua agenda para produzir textos próprios. Além de ajudar no posicionamento do seu site, mostra também ao seu público que você é especialista no seu ramo de atuação.

Se você tem um blog no seu site, destine um tempo para escrever textos que sejam interessantes para o seu público-alvo e que traga informações novas e relevantes.

Ainda que não seja um assunto totalmente novo, pelo menos ofereça conteúdos que possam trazer um olhar diferente ou informações interessantes que possam chamar a atenção.

Erro 5 – Site lento e não amigável aos dispositivos móveis

A experiência do usuário é uma preocupação a ser considerada. Um site lento ou que não seja amigável aos dispositivos móveis pode ser prejudicado no posicionamento das buscas.

Muitas pessoas acham que a otimização depende só de bom conteúdo, backlinks e acertos nas codificações, porém a rapidez no carregamento e ser amigável aos dispositivos móveis é algo de extrema importância e podem comprometer o seu bom posicionamento nos resultados das pesquisas.

Se o seu site ainda não está preparado para abrir corretamente nos smartphones e tablets considere fortemente trocar de site.

E se é um site lento procure identificar os motivos e tente corrigi-los o quanto antes.

Muitas vezes só usar aceleradores ou trocar de plano de hospedagem já podem ajudar.

Erro 6 – Não preparar o site para busca local.

Se o seu negócio é focado em atender um público que se concentra em uma determinada região é importante aprender mais sobre a busca local.

Erro 7 – Manter o mesmo título e descrição de página para todo o site

Pode parecer um erro primário, mas ainda é cometido em muitos sites.

Cada página deve ter um título único, assim como, ter uma descrição diferente de acordo com o assunto da página.

É muito importante ter um título e uma descrição exclusiva para cada página.

Crie títulos únicos e persuasivos e coloque uma meta-descrição personalizada para chamar a atenção do público e faça com que cliquem no seu link ao vê-lo nos resultados da busca.

Erro 8 – Usar o mesmo texto âncora para todos os links

Procure otimizar o seu texto âncora, utilizando palavras diferentes para cada página.

Use variações na frase e não usar a mesma palavra-chave várias vezes.

Erro 9 – Se concentrar na quantidade de backlinks ao invés da qualidade

A quantidade de links externos que apontam para o seu site (backlinks) são um dos principais fatores para um bom posicionamento junto aos resultados das buscas.

No entanto, muitas pessoas se esforçam para gerar o maior número de backlinks sem se preocupar com a qualidade.

O link de um blog de autoridade que tenha popularidade junto ao seu segmento de atuação pode valer muito mais do que centenas de links de baixa qualidade.

Embora um link de qualidade seja muito mais difícil de conseguir, pode trazer muito mais visibilidade, pois transmite credibilidade é uma fonte confiável que o Google privilegia.

Erro 10 – Não utilizar corretamente o Redirecionamento 301 e 302

Sempre que o conteúdo de uma página for trocado de url, o Google irá considerá-lo como uma página nova e sem histórico de classificação. Isso significa que se você tem uma página bem posicionada e por algum motivo muda a URL mantendo o mesmo conteúdo, ainda assim, o Google entenderá que é uma página nova e desconsiderará o posicionamento antigo, o que pode gerar queda no posicionamento.

Por isso, não se pode esquecer que aplicar um redirecionamento de uma URL para a outra. Esse redirecionamento pode ser permanente (301) ou temporário (302).

Então se por ventura você precisar trocar a URL do seu site que hoje tenha autoridade e um bom posicionamento, não se esqueça de fazer o redirecionamento, para não perder os backlinks e a autoridade da página já estabelecida.

Por Priscila Falchi – Consultora de Marketing Digital e fundadora da Modernizza Marketing.

Gostou? Deixe o seu comentário.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *